4 dicas para lidar com altos e baixos nas vendas em artesanato sem sofrer

4 dicas para lidar com altos e baixos nas vendas em artesanato sem sofrer

Todo negócio passa por altos e baixos, com meses cheios de encomendas e muito dinheiro entrando e outros mais fracos, que a gente fica torcendo para que acabem logo. O artesão, à frente de seu negócio, deve analisar, identificar e entender o mercado no qual está se posicionando para viver de artesanato. É preciso conhecer tão bem seu mercado para saber aproveitar oportunidades — seja nos períodos de alta nas vendas ou nas baixas. Para guiar você nesse caminho, separamos essas quatro dicas de nossos experts para lidar com altos e baixos nas vendas em artesanato.

Identifique os períodos de altos e baixos nas vendas em artesanato

No começo pode parecer complicado, mas com uma análise simples do seu mercado, produto e seu cliente, você conseguirá identificar quais datas há mais possibilidade de venda.

Tecidos expostos no estande da Gilse Maria

Parte do planejamento é procura e reposição de materiais de estoque. Tecidos da Gilse Maria

Por exemplo, se você trabalha com lembrancinhas de festa e decoração, sabe que precisa planejar seus produtos de acordo com as datas comemorativas. O Natal, a Páscoa, dia dos namorados, dia dos pais, dia das mães, dia das crianças, entre outros, são eventos nos quais pode se aproveitar um período de vendas maior para certos produtos. Já quem trabalha com enxoval para bebês, por exemplo, pode perceber uma baixa no final do ano, época em que os produtos de Natal estão mais em alta.

Identificar e planejar sua produção de acordo com esses eventos é fundamental.

Aproveite seu período de alta nas vendas

Decorações de natal sendo expostas nas feiras de novembro. Planejamento é tudo no artesanato

Decoração de Natal nas feiras de novembro. Planejamento é tudo no artesanato

Nos períodos de alta, se concentre em um bom atendimento, aproveite a oportunidade para oferecer novos produtos para seus clientes e ganhar fidelidade.

“No dia das mães, é comum ver mulheres comprarem um presente para as suas mães e um presente para elas mesmas também”, conta Yuji Sato mestre bolseiro. Ele também recomenda fazer registros de suas vendas, pois elas ajudam a entender seu cliente, o que ele procura. Os registros também são úteis para se preparar melhor para próximos períodos de altas nas vendas. Yuji, que é um MEI de sucesso, recomenda fazer um estoque antecipadamente, entre dois a três meses antes, preparando seus produtos para a data em questão.

Uma dica importante neste período é focar no seu planejamento. A entrada de fluxo de caixa empolga muita gente, em especial quem está começando. Evite gastos desnecessários e foque no próximo período.

Aprimore suas técnicas nos períodos de baixa nas vendas

Não entre em pânico. É neste período que você deve fazer os investimentos necessários para realinhar seu negócio. Aquele capital ganho durante o período de grande movimento, pode ser usado agora. O tempo livre pode ser usado para aprender novas técnicas de artesanato, para otimizar seus produtos, avaliar seu catálogo, resolver pendências, investir em marketing, comprar materiais. Quem sabe até você não planeja suas férias para essas datas?

Aproveite períodos calmos para aprender novas técnicas, procurar novos tecidos, materiais e ferramentas. Reveja seu estoque e alinhe seu planejamento

Aproveite períodos calmos para aprender novas técnicas, procurar novos tecidos, materiais e ferramentas. Reveja seu estoque e alinhe seu planejamento

Para Yuji, o começo do ano é um período mais tranquilo em relação a vendas. “Neste período é bom analisar o mercado, ver como seus concorrentes estão agindo, estudar o que seus clientes estão procurando e identificar novas necessidades. É um ótimo período para analisar seu catálogo e rever se deve melhorar um produto ou eliminá-lo.”

Já para Tati Delphino, expert em decoração para quarto de bebê, o Natal é um período de baixa nas vendas, só no começo do ano retoma atividades a todo vapor. Tudo depende do seu produto e o público que o procura.

Não aposte todos seus esforços num ponto só

O fio de malha é uma tendência que vai aparecer muito no artesanato neste ano. Quem percebeu isso, já se planejou e estará preparado para a demanda

O fio de malha é uma tendência que vai aparecer muito no artesanato neste ano. Quem percebeu isso, já se planejou e estará preparado para a demanda

Como uma onda, o seu negócio vai passar por períodos de altas e baixas nas vendas. Esses períodos podem ser maiores ou menores, variam de acordo com seu produto. Um método de diversificar e evitar períodos de baixas prolongados é procurar oferecer produtos que tenham apelo para diversos públicos e em períodos diferentes. Ou seja, evitar colocar todos seus esforços em um único produto. Diversificar ajuda a explorar o mercado e descobrir novas frentes e possibilidades.

Para mais dicas veja:
Como precificar seu artesanato
Produtividade corporativa: domine Word, Excel e Outlook
Gestão de negócios e carreiras

E você? Como você reconhece seus períodos de altas nas vendas? Como você investe seu tempo durante períodos mais calmos? Tem dicas que gostaria de compartilhar? Conte para a gente nos comentários!

Novidades
  • Facebook

  • Novidades e-mail

Sobre

eduK

Posts Relacionados
2 comentários
  • Denise Cristina Correira

    janeiro 16th, 2016 19:47

    Essas dicas mostram que o importante é planejar . Estou começando meu negócio em artesanato e planejar me dá segurança e essas dicas serão importantes nesse começo.

    Responder
  • marineide neves kumagai

    março 20th, 2016 23:51

    gostaria de receber dicas e planejamento estou começando o meu negocio muito obrigada pela atenção.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *