Cartonagem tem mercado promissor e pouco explorado

Cartonagem tem mercado promissor e pouco explorado

Transformar papelão, papel cartão, cola, tecido ou papel em peças superúteis e bacanas. Conversamos com três especialistas em cartonagem e forração: Claudia Wada, Simone Aguiar e Carla Moura para entender melhor esse segmento. Entre caixas, maletas, utilitários e muita criatividade, descobrimos os segredos da técnica, da funcionalidade das peças e desse mercado tão promissor.

A cartonagem é versátil. O papelão dá vida a diversas formas e possibilidades de criação. O trabalho é artesanal e exige precisão para conquistar o acabamento perfeito. As composições — de cores, tecidos e compartimentos — são infinitas e garantem charme e personalidade às peças.

Se interessou e quer aprender? Acesse agora todos os cursos de cartonagem da eduK!

Detalhe de uma peça de cartonagem elaborada por Claudia Wada

Detalhe de uma peça de cartonagem elaborada por Claudia Wada. O acabamento perfeito é marca-registrada dessa artesã

Simone Aguiar capricha no design exclusivo e na criatividade para criar suas peças

Simone Aguiar capricha no design exclusivo e na criatividade para criar suas peças

E como uma artesã deve fazer para se destacar no mercado de cartonagem?

Simone Aguiar dá sua receita de sucesso: “Seja criativa, muito criativa. Você vai se destacar quando ousar. Não fique presa a repetições, pois há peças muito parecidas com as outras por aí. Como o material é versátil, dê liberdade para seu processo criativo”.

Claudia Wada, que está sempre em busca de peças que sejam úteis no dia-a-dia das pessoas, complementa: “crie sempre pensando além do seu próprio mundo. O horizonte é maior do que seus olhos podem alcançar”. Claudia diz também que sempre pensa na utilidade que a peça terá e que essa característica é muito valorizada.

Experimentação, mistura de técnicas e a necessidade de alguém são os pontos de partida para Carla Moura. “Às vezes, a inspiração vem de coisas prontas, outras vezes, vem de dentro. Quem frequenta aulas ou faz peças para vender não pode fazer uma coisa só. Uso a cartonagem para construir os elementos e o scrap para decorá-los.”

Claudia Wada, Carla Moura e Simone Aguiar falam sobre os segredos da cartonagem

Claudia Wada, Carla Moura e Simone Aguiar falam sobre os segredos da cartonagem

Processo criativo

Simone ousa ir além em suas criações. Confeccionou peças como luminárias, porta-retrato e quadrinhos utilizando as técnicas da cartonagem. As caixas, que podem ser consideradas carro-chefe dessa técnica, ganharam funcionalidade e o design já foi pensado e desenvolvido de acordo com seu uso.

Um bom exemplo de uma dessas peças feitas por Simone é a caixa de maquiagem. Dentro da maletinha, há espaço para sombras, batons, máscaras, enfim, todo o acervo que as mulheres mantêm para cuidar da beleza. Cada parte foi elaborada para uma finalidade específica. Essa é uma ótima forma de personalizar suas peças e agradar suas clientes.

Caixa para maquiagem feita por Simone foi totalmente desenvolvida para essa finalidade, assim, a peça ganha em design e beleza

Caixa para maquiagem feita por Simone foi totalmente desenvolvida para essa finalidade, assim, a peça ganha em design e beleza

E olha só como a caixa é por dentro, cheia de espaço. A combinação de cores também é original, criada por Simone

E olha só como a caixa é por dentro, cheia de espaço. A combinação de cores também é original, criada por Simone

“Como se pode criar peças que não são apenas decorativas, ou seja, que são realmente úteis no dia-a-dia, o mercado de cartonagem torna-se bastante interessante”, explica Claudia. Entre suas criações, se destacam peças inovadoras e inusitadas. Já pensou criar uma caixa toda revestida em tecido e fechamento com ímã para guardar potinhos de brigadeiro e entregá-la como lembrancinha em uma festa? Supercriativo! Claudia também inova ao criar capa para tablet, porta-passaporte e até bolsa de mão.

Claudia Wada inova ao criar uma caixinha de cartonagem para guardar potinhos de brigadeiro. Lembrancinha pra lá de bacana

Claudia Wada inova ao criar uma caixinha de cartonagem para guardar potinhos de brigadeiro. Lembrancinha pra lá de bacana

Observar a necessidade das pessoas, criar junto com a cliente, em um processo totalmente personalizado, unir técnicas de cartonagem e scrap. É assim que Carla Moura se inspira para elaborar suas peças. “Recentemente, uma cliente pediu uma caixa para colocar 100 esmaltes. Ela pediu uma caixa articulada e criamos a peça juntas”, conta Carla.

Carla Moura aposta na mistura de cartonagem com scrap para criar peças como esse lindo álbum

Carla Moura aposta na mistura de cartonagem com scrap para criar peças como esse lindo álbum

Mercado de cartonagem

Quem faz peças com cartonagem e forração têm um mercado amplo e rentável a explorar. É possível produzir peças para sua própria casa, para presentear, trabalhar por encomenda, com venda de peças pronta-entrega e também se tornar fornecedora para lojistas e empresas. Claudia ressalta:

Pessoas que compram peças de cartonagem não as compram apenas porque são bonitas ou porque querem dar um presente diferente. Elas compram porque, além de diferentes, atraentes e personalizadas, as peças são utilitárias, não ficarão encostadas e esquecidas

O custo de produção das peças, em geral, é baixo e o lucro pode ser muito grande. Para alcançar esse objetivo, vale reforçar a importância de criar peças com design exclusivo, originais e utilizar materiais de ótima qualidade. Simone alerta:

O mercado é gigantesco, com vários segmentos, mas ainda pouco explorado

Para começar a fazer cartonagem, além dos materiais como papelão, papel holler, cola branca, entre outros, você precisa de um kit básico de ferramentas. Esse kit, em geral, é composto por base de corte, estilete, régua comum, réguas de encadernação e fio de cabelo, cortador, agulhão, espátula, tesoura e prendedores auxiliares. Um kit como esse custa entre R$ 150 e R$ 200 em lojas especializadas na internet.

Kit comprado, materiais em mãos, agora é investir em dominar as técnicas de cartonagem e forração, pesquisar tendências e criar peças incríveis, com funcionalidade e acabamento perfeito.

Você já faz cartonagem? Gostou de conhecer mais sobre a técnica e quer aprender? Conte pra gente nos comentários.

cartonagem

Novidades
  • Facebook

  • Novidades e-mail

Sobre

eduK

Posts Relacionados
6 comentários
  • Denise Lehr Unglaub

    setembro 29th, 2015 1:03

    Gostei muito das aulas dessa professoras maravilhosas, ainda não me aventurei a fazer, mas em breve pretendo praticar essas técnicas. Parabéns é obrigada por partilharem seu conhecimento e amor em tudo o que fazem!!

    Responder
    • Cristina Luckner

      outubro 1st, 2015 11:16

      Oi Denise, viva, legal receber uma mensagem tão bacana. O que é o artesanato se não tiver amor envolvido, né?! <3

      Responder
  • Cristina Guarnieri

    novembro 4th, 2015 16:11

    Adoro os trabalhos da Claudia Wada. Com ela me inspirei e hoje trabalho com cartonagem. Obrigada Claudia

    Responder
  • Renata Maldonado Abdala

    março 1st, 2016 22:45

    Gostaria de mais informação sobre como ser um fornecedor de materiais de cartonagem exemplos para clarear as ideias.

    Responder
  • Eliziane Ferreira

    março 23rd, 2016 19:31

    Amo artesanato, e faço trabalhos em MDF. Descobri a cartonagem e observando videos na internet fiz algumas peças pequenas. Estou apaixonada pela cartonagem e já me inscrevi no curso da Eduk. Quero me aperfeiçoar cada vez mais nessa técnica.

    Responder
  • Cleyton A Maciel

    setembro 9th, 2016 17:56

    Ola gosto demais de artesanato, faz o simples fica belo e algo que poderia ser lixo ganha valor ... Gostei da cartonagem e quero me torna um artesão e começar lela cartonagem mas conheco muito pouco ... Podem me ajudar?

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *