Como usar as redes sociais para vender mais no Artesanato

Como usar as redes sociais para vender mais no Artesanato

O seu produto está em redes sociais, como Instagram, Facebook e Pinterest? Se a resposta é “não” saiba que ele praticamente não existe e a chance do seu negócio prosperar é mínima! O Brasil é um dos países com maior número de usuários nas redes sociais, ou seja, certamente os clientes que você ainda não conquistou estão no ambiente virtual. São cerca de 93 milhões de pessoas! É preciso saber como usar as redes sociais para vender mais, seja no Artesanato, na Gastronomia, ou na área em que você atuar. Quer aprender? Liliane Ferrari, uma das 10 mulheres mais influentes da internet no Brasil, ensina dicas em cursos essenciais e exclusivos na eduK.

Entenda como usar as redes sociais para vender mais no Artesanato

Entenda como usar as redes sociais para vender mais no Artesanato

Para se destacar em meio a uma multidão de pequenos e grandes empreendedores ávidos por vender mais e mais, é preciso acompanhar as novidades que, de tempos em tempos, aparecem trazendo recursos diferenciados para destacar e dar ainda mais visibilidade a produtos e pessoas. Pensando nisso, um das redes sociais mais poderosas do planeta, o Instagram, reuniu, em São Paulo, 50 jovens empreendedores em um evento chamado InstaMarket, algo como “Mercado Insta”. Além da comercialização de produtos, aprender a explorar recursos como, por exemplo, as chamadas Stories – aquela linha do tempo que resume o dia do usuário e desaparece depois de 24 horas – foi um dos focos da ação. Aliás, um terço das Stories mais visualizadas são de empresas. Você já fez a sua hoje?

Batemos perna no evento para saber como andam trabalhando esses jovens empreendedores que estão sempre de olho nas inovações das redes sociais, como a Raquel Abramant, do Ateliê da Pigly. Duas vezes por dia, ela posta o mesmo conteúdo no Instagram, no qual faz 60% das vendas, e no Facebook. Além disso, capta clientes por meio das hashtags.

Stand do Ateliê da Pigly na Casa Instagram: vendas garantidas nas redes sociais e no tete-a-tete com os clientes! (foto: reprodução Instagram@ateliedapigly)

Stand do Ateliê da Pigly na Casa Instagram: vendas garantidas nas redes sociais e no tête-à-tête com os clientes! (foto: reprodução Instagram@ateliedapigly)

Primo mais pela qualidade do que pela quantidade de seguidores, já que é mais interessante ter por perto clientes que tenham a ver com o seu perfil, aumentando as chances reais de venda. Sobre novos recursos que surgem de tempos em tempos, uso com parcimônia. Nas Stories, por exemplo, percebo que chamo mais atenção do meu público quando posto vídeos mostrando o processo de produção de algumas peças.”

Na hora do post, vale exercitar a criatividade e brincar com a imagem (foto: reprodução Instagram @ateliedapigly)

Na hora do post, vale exercitar a criatividade e brincar com a imagem (foto: reprodução Instagram @ateliedapigly)

Karina Salles, que há 7 meses decidiu apostar no artesanato com sua marca Varanda Urbana, concorda.

Os clientes se interessam quando vêem a arte acontecendo e tendem a comprar mais depois que assistem a esses vídeos.”

E olha aí o marketing de oportunidade: Karina aproveitou o evento, usou a # e ampliou as chances de vendas (crédito da foto: reprodução Instagram @varandaurbana)

E olha aí o marketing de oportunidade: Karina aproveitou o evento, usou a # e ampliou as chances de vendas (crédito da foto: reprodução Instagram @varandaurbana)

Já Matheus Devitto, ceramista, lança um olhar interessante sobre como usar as redes sociais para fazer  negócio.

O Instagram, por exemplo, é uma rede social que permite que você mostre o que faz com um viés mais artístico, foge daquele perfil de catálogo de produto. Eu gosto de usar o recurso do carrossel de fotos, por exemplo, como um álbum. Já as stories são uma diversão para o público. Acho bem legal usar. Vendo menos via redes sociais, mas elas são fundamentais para estreitar os laços e manter contato com os clientes.”

Post mostrando os detalhes da cerâmica Cativando os clientes com uma "pegada" mais artística (crédito da foto: reprodução Instagram @xireatelie)

Post mostrando os detalhes da cerâmica Cativando os clientes com uma “pegada” mais artística (crédito da foto: reprodução Instagram @xireatelie)

Dicas básicas para usar o Instagram e vender mais no Artesanato

O Artesanato e Ponto bateu um papo rápido com o fotógrafo César Ovalle que divide algumas dicas com vocês:

  • É básico, mas tem gente que esquece de limpar a lente da câmera do celular antes de fazer uma foto
  • Use e abuse das #
  • No feed do Instagram, as pessoas costumam se interessar mais por imagens estáticas
  • Abuse dos vídeos nas Stories. Ali o espaço da imagem é maior. Mas esse conteúdo desaparece depois de 24 horas, então salve seus vídeos e fotos preferidos. Conteúdos transmitidos ao vivo não podem ser salvos (pelo menos ainda!)
  • Aplicativos como Boomerang quebram a seriedade de alguns posts. Brinque com eles dependendo do conteúdo do dia. Você faz crochê, por exemplo? Use o Hyperlapse pra acelerar o passo a passo de uma peça. Vai ficar superbacana!
  • Existe uma caixa especial usada para registrar produtos para o Instagram. Com a luz de led e diferentes cores ao fundo ela dá um destaque especial ao que você quer vender
Vale investir em alguns acessórios, como a caixa para fotografar produtos, e caprichar na foto. Suas vendas pode vir dos seus posts!

Vale investir em alguns acessórios, como a caixa para fotografar produtos, e caprichar na foto. Suas vendas pode vir dos seus posts!

Gostou das dicas? Escreve o seu comentário dividindo as suas dicas com a gente também! Um beijo e até o próximo post 😉

 

Sobre

eduK

Posts Relacionados
0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *