Feiras de artesanato: um guia para você descobrir oportunidades de negócio

Feiras de artesanato: um guia para você descobrir oportunidades de negócio

Conferir as novidades em feiras de artesanato é fundamental para ativar as ideias. É nesses eventos que estão reunidas as tendências e o que vai servir de inspiração para você criar suas peças. Mas, e como fazer a transição de visitante para expositor? Dá um friozinho na barriga só de pensar? O Artesanato e Ponto te ajuda nessa empreitada. Reunimos dicas de experts em feiras de artesanato para você descobrir tudo o que é preciso para se destacar, conquistar clientes e transformar de vez seu negócio de artesanato.

tendências em feiras de artesanato

Montagem com as principais tendências que vimos nas feiras no ano passado em São Paulo

Por onde eu começo?

Faça uma lista das feiras e bazares que você gostaria de participar e cheque valores e disponibilidade de espaço. Os preços de aluguel de espaço em feiras de artesanato podem variar de R$ 300 a R$ 3 mil.

Para Nanda Sellan, criadora dos mais lindos sapatinhos para bebê, ter participado de um bazar foi um dos pontos de virada de sua vida de artesã-empreendedora.

Olha o relato da Nanda:

“Vale a pena investir para participar de bazares. No primeiro que participei, vendi tudo. Paguei R$ 300 o dia e vendi R$ 500. Fiquei elas por elas, mas foi muito interessante para conhecer o lugar, ver quem era o público que frequentava, se pegavam meu cartão, se faziam encomendas. Gostei muito.

Vieram os próximos bazares, fui me preparando e a cada bazar vendendo mais. Já cheguei a vender R$ 3 mil em dois dias de bazar!

Claro, é preciso se preparar com antecedência, é um período de muito trabalho. Eu sempre penso, ‘o que posso fazer de diferente?’ e acabei até montando mesmo meu próprio estande para os bazares.” Essa é uma forma interessante para quem está começando, pois você torna sua marca conhecida e também constrói seu caminho para expor em feiras maiores.

Aprenda como turbinar suas vendas em feiras e bazares.

Como se planejar?

E se eu ainda estiver no começo sem tanto dinheiro para investir? Calma, a empresária Jô Ludwig, que fez um curso incrível de como precificar seu artesanato, dá a dica:

É importante reservar pelo menos 10% do lucro do seu negócio para aplicar em sua marca e esse investimento servirá para cursos, divulgação e inclusive participação em feiras.

8 dicas para você se destacar em feiras de artesanato

1. A grande maioria das empresas a expor nesses eventos são as de micro, pequeno e médio porte.

Ou seja, é o espaço perfeito para quem está começando e quer divulgar suas peças e produtos.

tendências em feiras de design e artesanato

Destaques das feiras de design e artesanato, em 2015, em São Paulo

2. Cada empresa organizadora de eventos dita suas próprias regras para os expositores.

Algumas definem as cores que o expositor precisa utilizar, outras deixam essa escolha livre. O importante é se cadastrar e buscar essas informações. A partir daí, você pode definir a melhor estratégia para mostrar seu produto nos dias da feira.

3. Para se cadastrar, em geral, você precisa entrar no site da organização da feira e preencher um formulário.

Você precisará responder a perguntas relacionadas ao seu tipo de artesanato e que produtos pretende expor na feira. Dessa forma, fica garantida a variedade e a qualidade dos expositores.

Estande da Gilse Maria em feira de artesanato: cada detalhe conta

Estande da Gilse Maria em feira de artesanato: cada detalhe conta

4. Idealize como quer que sua marca e seus produtos sejam percebidos pelo público.

Com isso em mente, estude com carinho a disposição dos materiais e peças no seu estande. Às vezes, um toque criativo vai fazer com que as pessoas se aproximem e passem a conhecer seu produto. A Aninha Haddad, artesã especialista em arte em papel, por exemplo, transforma luzes de LED em lindas miniflores de papel para enfeitar seu estande em feiras. Destaque na certa!

5. Planejamento é muito importante.

Tanto com relação ao tempo para produzir seus produtos e quais materiais precisa levar, quanto com relação ao custo que irá ter. Às vezes, o gasto com o espaço nas feiras de artesanato, os materiais e a confecção dos produtos não é coberto durante o evento. Portanto, você precisa calcular quanto de recurso quer e pode investir e em quanto tempo espera obter esse retorno. A Aninha, por exemplo, faz das feiras de artesanato, uma grande vitrine para seus produtos:

Aproveito as feiras para exibir meus produtos. Como faço quadros que são personalizados, é interessante, pois as pessoas podem ver meu trabalho e entrar em contato comigo depois

Estande da Luiza Ruberti na Crafts & Bistrô: tecidos estampados com técnicas como carimbo, tudo feito à mão

Estande da Luiza Ruberti na Crafts & Bistrô: tecidos estampados com técnicas como carimbo, tudo feito à mão

6. Algumas feiras são de maior porte, e cada uma tem um público específico

Há feiras em que alguns visitantes estão interessados apenas em conhecer, outros em comprar material ou peças prontas. Pesquise qual é a melhor opção para o seu negócio.

7. Uma das coisas mais legais é valorizar a forma como você entrega seu produto.

Invista em encantar seus clientes. Faça lindos embrulhos, como essa embalagem em tecido simples e charmosa, ou até uma caixa feita de origami em tecido. O que vale aqui é não deixar as pessoas esquecerem da experiência vivida no seu estande durante a feira.

Conteúdos relacionados:

8. Por último, anuncie sua participação na feira, para seus amigos, familiares, nas redes sociais.

Os organizadores costumam fazer a divulgação do evento, mas é fundamental que você mostre para suas clientes e para quem ainda não te conhece que você terá presença marcada. Que tal programar uma série de postagens no Facebook sobre seu estande? Fale sobre quais novidades levará para a feira, faça a contagem regressiva para a data do evento, mostre fotos e faça vídeos de tudo o que está rolando por lá!

E tem mais. Conversamos com a Gilse Maria, artesã e bonequeira, que tem bastante experiência como expositora em feiras. Ela é presença garantida em vários eventos no Brasil e nos conta quais os segredos para se destacar em feiras de artesanato em uma entrevista exclusiva.

Gilse Maria é presença garantida em feiras de artesanato (crédito da foto: acervo pessoal)

Por reunir a possibilidade de fazer uma boa rede de contatos e conferir todas as novidades da área, o mercado de feiras e eventos se tornou uma indústria bilionária, que chega a movimentar cerca de R$ 20 bilhões por ano no Brasil. Você não vai ficar fora dessa, né? Agora é com você. Aproveite todas essas dicas para fazer a sua virada!

E se você tem alguma dica para quem deseja expor em feiras e bazares, divide com a gente nos comentários! Queremos saber como foi o seu começo no mundo das feiras de artesanato.

Bateu saudade ou curiosidade de ver o que rolou nas feiras de artesanato no ano passado em São Paulo? Refresque sua memória aqui, com o Artesanato e Ponto!

Sobre

eduK

Posts Relacionados
10 comentários
  • Viviane Carvalho

    agosto 27th, 2015 15:38

    Gostei das dicas e realmente tem que ser investido algum tempo e dinheiro para isso. Principalmente em bazares. Eu faço feiras de artesanato, com barraquinha, e já acho um pouco mais difícil de decorar.

    Responder
    • Cristina Luckner

      agosto 28th, 2015 14:45

      Oi Viviane, que legal. E qual é a sua dica para participar de feiras e bazares? Divide com a gente! Você viu que temos outros dois posts sobre isso no blog? Um beijo!

      Responder
  • Marlene Silva

    setembro 10th, 2015 14:54

    Gostei, muito das dicas, eu, estou no início do artesanato, mas já coloco algumas peças em feira de artesanato. Não tinha essa visão. Valeu mesmo! Obrigada.

    Responder
  • Glauci Guedes

    outubro 2nd, 2015 17:31

    Adorei as dicas. Vou participar da minha primeira feira de artesanato com produtos em patchwork (bem iniciante, rsrs)... estou ansiosa e com friozinho na barriga.... Bjos!

    Responder
  • simone de fatima monteiro ribeiro

    dezembro 28th, 2015 12:19

    Adorei a matéria e as dicas, queria muito expor em feiras,mas não sei por onde começar, moro em Joinville SC e faço artesanato em tecidos.

    Responder
  • Geovana Madeira Narcizo

    março 1st, 2016 10:44

    Essas dicas foram ótimas ! Parabéns , me ajudaram muito ! É realmente complicado decidir viver de artesanato e ter que aprender tudo sozinha hahaha grata !

    Responder
  • Sílvia Helena Colombero

    março 29th, 2016 12:32

    Dicas ótimas! Bem resumida mas com muita criatividade.

    Responder
  • DENISE STENICO BUNHO

    setembro 4th, 2016 11:21

    Bom dia! Gostaria de saber como faço para participar de feiras para expor meus trabalhos. Sou de Piracicaba. Aproveitando para pedir algumas dicas de como vender meus produtos. Trabalho com MDF e Garrafas. Obrigada!!!

    Responder
  • Alessandra Cristina Martins de Oliveira Quites

    outubro 6th, 2016 14:39

    Vou participar da minha primeira feira em novembro (expo casamento) apresentando minhas bonecas para daminhas, buques de feltro, entre outros. Estou ansiosa mas tenho certeza de que essa experiência será maravilhosa. Obrigada pelas dicas.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *