Ideia de negócio: xilogravura itinerante

Ideia de negócio: xilogravura itinerante

Ter uma ideia de negócio criativa pode fazer toda a diferença. Inovar significa conquistar clientes e vender mais. Foi isso que o artista plástico D’Julia Gangary fez: criou um shirt-truck. Ou seja, adaptou uma van para vender camisetas e outros produtos, feitos com xilogravura, de sua marca XiloShirt. A ideia surgiu dos já populares foodtrucks, aqueles caminhõezinhos que vendem quitutes por aí.

bolsa estampada com a técnica de xilogravura da XiloShirt (crédito da foto: site xiloshirt)

bolsa estampada com a técnica de xilogravura da XiloShirt (crédito da foto: site xiloshirt)

Ideia de negócio

No lugar de abrir uma loja comum — e arcar com os custos fixos envolvidos, como aluguel, conta de luz, água — D’Julia optou por esse modelo de loja itinerante. Outra vantagem dessa ideia de negócio é poder se transportar para onde estão os clientes.

Por causa da especulação imobiliária os aluguéis começaram a ficar caros demais, então veio a ideia de trabalhar com o truck estacionado. Além de chamar a atenção, gera essa possibilidade de movimentação que é muito legal.

O truck chama a atenção de quem passeia pela Praça Roosevelt, no centro de São Paulo, nas madrugadas de sábado. Munido com placas de madeira e muita criatividade, D’Julia transforma simples camisetas em objetos de arte: “comecei a trabalhar com xilogravura aos 19 anos e em 2007 veio a vontade de fazer as camisetas, era uma forma de tornar a xilogravura acessível ao público”.

almofada estampada com a técnica de xilogravura da XiloShirt (crédito da foto: site xiloshirt)

almofada estampada com a técnica de xilogravura da XiloShirt (crédito da foto: site xiloshirt)

Xilo o quê?

Isso mesmo, xilogravura, aquela técnica antiga que usa uma placa de madeira entalhada para reproduzir uma imagem sobre papel, tecido ou onde mais você achar incrível.

A xilografia (outro jeito de chamar xilogravura) se parece com o conceito do carimbo e vem ganhando espaço no mundo do artesanato. A técnica permite criação de desenhos — dos mais simples até os mais complexos — e você pode até imprimir e fazer sua própria matriz xilográfica.

D’Julia usa a xilogravura para dar uma carinha artesanal a seus produtos. “É sempre importante aproveitar novos tipos de aplicação e novos materiais, algumas matrizes eu utilizo MDF [em vez de madeira] e é uma forma legal de reduzir custos e manter o trabalho de qualidade.”

Ideia de negócio: truck da Xiloshirt, charme em quatro rodas

Ideia de negócio: truck da Xiloshirt, charme em quatro rodas

ideia de negócio: xiloshirt

Estamparia em bolsa feita na Xiloshirt novas aplicações e muita criatividade (crédito da foto: blog da xiloshirt)

Algumas ideias para usar a xilogravura a seu favor e fazer do seu cantinho, negócio ou até marca registrada um sucesso:

Embalagem de cachaça (crédito da foto: www.sanhacu.com.br).

Customização de móveis (crédito: designfendi.blogspot.com.br).

Almofadas (crédito da foto: designfendi.blogspot.com.br).

Almofadas (crédito da foto: designfendi.blogspot.com.br).

Quer mais? Então enquanto você não embarca no mundo da xilogravura, que tal conhecer outras técnicas de estamparia para aplicar nas suas peças? Marco Antonio Di Lorenzi Andreoni é expert em estamparia com a técnica Silk Screen e Ivone Rigobello arrasa no ensino das estampas manuais, com tanta novidade é impossível não deixar seu negócio lindão!

Almofadas e lenços de Rogério Fernandes (crédito da foto: rogeriofernandes.com.br)

Almofadas e lenços de Rogério Fernandes (crédito da foto: rogeriofernandes.com.br)

Gostou? Que tal colocar em prática suas habilidades em uma ideia de negócio criativa? E falando de criatividade, você já ouviu falar de bonecos toy art?

Sobre

eduK

Posts Relacionados
3 comentários
  • Rosemary Araujo

    agosto 30th, 2015 11:57

    Uau! Que criativo! Adorei! Trabalho com artes em papel e já havia pensado em algo nesse sentido, mas vejo que estava muito acanhadinha a minha ideia: colocar tudo no porta-malas do carro e abrir em frente às escolas na hora da saída. Meninas adoram coisinhas lindas de papelaria e poderiam "fazer a festa" enquanto esperam os pais irem buscá-las... rsrsrsrs...

    Responder
    • Cristina Luckner

      agosto 31st, 2015 16:21

      Oi Rosemary, ótima ideia! Você pode abrir seu "papel-truck", já pensou? Muito legal. Boa sorte na sua empreitada! E, claro, não se esqueça de voltar aqui para contar sua experiência pra gente.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *