Bonecas de pano inspiram mudança de vida

Artesã transforma hobby em empreendimento e dá dicas para construir uma marca de sucesso

Bonequinha de pano feita à mão pela artesão e empresária Vanessa Alves, do ateliê Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente) Bonequinha de pano feita à mão pela artesã e empresária Vanessa Alves, do ateliê Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente) Meu Ateliê
Bonecas de pano inspiram mudança de vida

As bonecas de pano mudaram a vida de Vanessa Alves, empresária e criadora do ateliê Parece Gente. Ela trabalhava com sistemas de informação em uma grande empresa. “Mas algo não encaixava”, conta Vanessa. O mundo preto e branco, de zeros e uns, ficou colorido, cheio de vida em forma de bonecas de pano.

Um dia Vanessa comprou uma revista de artesanato. Sua primeira criação foi um porquinho.

Fiz tudo à mão, pois nem máquina de costura eu tinha na época

A partir daí, não parou. Fez pesquisas na internet, encontrou modelos de outras bonecas de pano que gostava e libertou a veia criativa.

Bonecas de pano confeccionados pelo ateliê Parece Gente, de Vanessa Alves
Personagens de O mágico de Oz confeccionados pelo ateliê Parece Gente, de Vanessa Alves (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)

Moldes

A jornada dupla – de programadora e artesã – e as noites em claro terminando encomendas, logo fizeram com que Vanessa refletisse e se fizesse a pergunta: o que realmente quero para minha vida?

Vanessa sempre navegou nos mares das ciências exatas. E usa muito desse conhecimento para fazer moldes das bonecas de pano e calcular medidas, para mais ou para menos. “No meu ateliê já tenho até a regra de três pronta em um cartaz na parede”, revela Vanessa.

Pequeno Príncipe é um clássico infantil. Cabelo é marca registrada de Vanessa
Pequeno Príncipe é um clássico infantil (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)

A artesã cria seus próprios moldes e a Parece Gente tem uma característica bem marcante: não modifica o estilo das bonequinhas que produz.

São 120 modelos de bonecas de pano, em quatro tamanhos diferentes. O rosto, corpinho e a cabeça são sempre os mesmos. O que muda são os cabelos, as roupinhas e acessórios

Bonecas de pano

“Bonecos de pano são versáteis. Me identifico e me faz lembrar da minha infância com minha mãe e minha avó, que costuravam. Sem contar o lado lúdico.” É assim que Vanessa explica sua paixão pelas bonecas.

Olha a turminha do Scooby Doo! A versão é do Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Olha a turminha do Scooby Doo! A versão é do Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Os cabelinhos são marca registrada de Vanessa, do Parece Gente. Na foto, os personagens de Alice no país das maravilhas (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Os cabelinhos são marca registrada de Vanessa, do Parece Gente. Na foto, os personagens de Alice no país das maravilhas (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)

Suas criações são inspiradas em clássicos do universo infantil, como Chapeuzinho Vermelho, Pequeno Príncipe, princesas, bailarinas e o que as clientes pedirem. “Às vezes me ligam para fazer encomenda e me perguntam se eu tenho tal personagem. Respondo que não, mas que posso fazer mesmo assim. A pessoa fica meio desconfiada, mas eu garanto que vai ficar lindo, como as demais bonecas que fazemos”, conta. A partir do pedido, começa a busca por referências, a criação dos moldes e dos adornos do boneco.

Veja também!

Millyta ensina como fazer o rostinho e os cabelos de uma bonequinha muito fofa. Aprenda ainda a fazer roupinhas e como transformá-las em broches e enfeites. Baixe os moldes gratuitamente, assista aos vídeos e faça a sua boneca!

Mercado

O ateliê Parece Gente produz entre 60 e 110 bonecas de pano por mês. Além de Vanessa, que monitora a qualidade das peças, faz acabamentos, detalhes e o cabelo de todas as bonecas, outras quatro pessoas trabalham para o ateliê. A artesã tem uma técnica de montagem inovadora e construiu uma marca de sucesso.

Bailarinas lindas e feitas à mão pelo ateliê Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Bailarinas lindas e feitas à mão pelo ateliê Parece Gente (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)

Esse mercado de bonecas de pano está bastante aquecido. Nesse mundo moderno, de brinquedos eletrônicos, cresce a busca pelos valores da infância pé no chão. O industrializado, dá lugar ao feito à mão. Essa tendência está nos brinquedos, nos presentes e até nas festas infantis.

Vanessa costuma fazer vendas para decoradores de festa infantil. Boneco de pano ganha destaque na mesa (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Vanessa costuma fazer vendas para decoradores de festa infantil. Boneco de pano ganha destaque na mesa (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Bonecas de pano são personagem principal dessa festa infantil (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Bonecas de pano são personagem principal dessa festa infantil (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Resgate da infância 'pé no chão' com bonecos de pano até em festa infantil (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)
Resgate da infância ‘pé no chão’ com bonecos de pano até em festa infantil (crédito da foto: reprodução Facebook Parece Gente)

Perda de status

Nesse processo de descoberta, Vanessa sofreu muito. Mudar é difícil! Para ela, foi complicado perder o status de funcionária de uma empresa, não ter crachá e escutar comentários como “largou tudo para fazer bonequinha”?! Tenho certeza de que você se identifica, não é mesmo? Vanessa conta:

Eu falava para meu marido: o que eu coloco como ‘profissão’ quando for preencher um cadastro? Hoje tenho orgulho de dizer que sou sim empresária!

Dicas para empreender

Quando notou uma queda nas vendas, Vanessa foi buscar um choque de empreendedorismo. Procurou o Sebrae e participou do Empretec. Durante a capacitação, Vanessa fez algumas mudanças, como modificar o modelo de suas bonecas de pano. Veja as dicas de Vanessa para quem quer empreender:

  • Faça networking. Conheça pessoas da sua área de atuação e de áreas correlatas
  • Invista em marketing. “Passei a fazer anúncios no Facebook e comecei a vender mais”
  • No meu caso, optei por dar prioridade para decoradoras de festa infantil, trabalhando como fornecedora, pois essas são vendas em maior quantidade

Depois de implantar essas mudanças em meu negócio, vi as vendas aumentarem 400%. São medidas simples e possíveis de serem colocadas em prática

Qual a sua história com o artesanato? E você, tem orgulho de ser empreendedora? Conta pra gente aqui nos comentários!

LoadingAdicionar aos favoritos Facebook
28 Comentários. Participe! :)
  1. Karina Díaz 15/07/2015 #

    A-DO-REI! É muito bom saber que quem já chegou lá também tomou decisões difíceis e corajosas! Sucesso!

  2. gerusa simone cumpian moia 15/07/2015 #

    TRABALHO NO RAMO ÓPTICO, MAS AMO ARTESANATO A POUCO COMECEI A PARTICIPAR DE UMA FEIRINHA QUE ACONTECE UMA VEZ POR MÊS AQUI NA CIDADE , COMO A VANESSA MESMO COMENTOU, FOI PLANTADA UMA SEMENTINHA, DESCOBRI QUE É POR ESSE CAMINHO QUE QUERO SEGUIR, SIGO DEVAGARINHO CERTA DE CHEGAREI LÁ…OBRIGADO EDUK.

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Oi Gerusa, que legal! Espero que essa sementinha germine e cresça na sua vida algo muito bonito e frutífero. Siga seu caminho e você chegará lá! E se lembre de voltar aqui para nos contar como andam as coisas!

      • Ana Maria Roos Pereira 30/11/2016 #

        Ei voltei pra contar como estou agora, muito mais feliz não só fazendo bonecas de pano , mas ajudando muitas amigas a fazerem também, tenho um grupo de apoio e lá coloco moldes e videos que encontro gratuito na internet, como so programas de artesanato na tv e de algumas artesãs que gentilmente se dispõe a ensinar, também super indico o site da Eduk, mas sei que muitas não tem condições de pagar um curso e comprar material, então pra começar elas fazem as que estão disponíveis, e muito gratificante, muita gente que me conta a história semelhante a minha, depressão, doença, dificuldade financeira, desemprego, nascimento de filho, e o quanto o grupo ajuda, feliz por um dia ter feito a assinatura, louca por novos cursos, nem todos que tem eu já fiz, e olha que já estou no segundo ano, mas como sou professora, não posso me dedicar muito, mas assim tô seguindo muito feliz, grata imensamente a Vanessa que me ensinou a costurar, e a todas que um dia se dispuseram em dividir seus conhecimentos! beijo grande

      • Carla Fiorito 01/12/2016 #

        Olá Ana! Recebemos o seu retorno com imensa alegria!! Transformações como a que você viveu são inspirações para o nosso trabalho diário. Parabéns pela força de vontade que mostrou ao superar suas dificuldades, aprender e evoluir. Você é exemplo por compartilhar conhecimento e informação com quem precisa. Conte sempre com a eduK na sua jornada! E, se puder, avise suas amigas do grupo de apoio que estes são os últimos dias para assinar a eduK por 50% do valor original do Plano Premium. Pode ser uma superoportunidade para elas. Grande beijo e até já :)

  3. Ana Maria Roos 15/07/2015 #

    Pra mim o curso veio como uma mensagem de Deus, passo por uma situação difícil e ao começar a assistir o curso senti que seria minha terapia, meu sonho e quem sabe uma verdadeira mudança de vida, assim como a Vanessa fez?
    Parabéns a Eduk que além de nos dar a chance de aprender mais, escolhe com tanto carinho as pessoas, já sou fã da Vanessa e do Helvio, rsss BJO

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Oi Ana! Estou torcendo que o artesanato te ajude a superar essa situação difícil. Quem sabe você também não começa a vender bonecas? Siga seu sonho! E volte sempre aqui para nos contar como estão as coisas. Força!

  4. Edira Fátima Fernandes 15/07/2015 #

    Assisti o curso da Vanessa e achei ótimo, com muitas dicas, ela realmente gosta do que faz e faz com amor e prazer.

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Oi de novo, Edira! Que bom. Realmente faz a diferença quando a gente ama o que faz, não é mesmo?

  5. gilca pintol 16/07/2015 #

    sempre fiz todo tipo de artesanato,trico, croche,tapeçaria,
    mas quando conheci o mundo encantado das bonecas nunca mais mudei,faço bonecas,artigos pra bebe,um pouco de patchwork,mesas de aniversario;mas a minha dificuldade é vender,preciso me especializar mais nessa area principalmente na net obrigada eduk

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Oi Gilca, que legal saber que você se encantou pelas bonecas. Teremos muitos posts aqui no blog sobre como vender seu artesanato. Adorei essa dica de fazermos um especial sobre venda na internet. Fique ligada que logo logo teremos esse assunto aqui!

  6. Catia Magrin 16/07/2015 #

    Genteee…eu sou fá da EDUK, já fiz vários cursos e nunca me decepciono…A Vanessa domina o que faz, embora tenha afirmado ter ficado nervosa…nossaaaa, não percebi…ama o que faz e sabe passar adiante de uma forma simples e de fácil entendimento, seu trabalho eh perfeito e realmente só tenho elogios,,,parabéns a todos da EDUK por nos dar oportunidades de aprendermos mais e mais com pessoas capacitadas!!! Vanessa que o sucesso te presiga sempre, e que acima de tudo Deus esteja sempre te abençoando!!! Beijosss!!!!

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Catia, que linda mensagem. Que bom que você gostou. Volte sempre aqui no blog para ver as novidades! Um beijo!

  7. Litta Santos 17/07/2015 #

    Eu AMEI todo o curso, foi o melhor que já assisti, e espero que a Vanessa venha outras vezes com mais novidades!!!
    Seu carisma, a atenção ao explicar cada detalhe e as dicas valiosas que ela nos deu, mostra o quanto ela é especial e merece todo o sucesso que faz!!!
    Que Deus continue a abençoando sempre!!
    E claro agradecer também a Eduk que nos proporcionou a possibilidade de uma aula maravilhosa!!!
    Abraços,
    Litta Santos

    • Cristina Luckner 17/07/2015 #

      Oi Litta, obrigada pela mensagem! Que bom que você gostou!

  8. Maria Elenilza Prata Orge 21/07/2015 #

    São depoimentos assim, que mostram que estamos fazendo a coisa certa, quando ouvimos o nosso coração! Deixei tb o mercado de trabalho, sou Seretária Executiva e hoje tenho uma lojinha virtual no Elo 7, a Encanto de Feltro by Nilza Orge. Pouco a pouco, vou chegando lá!

    • Cristina Luckner 27/07/2015 #

      Olá (de novo! rs), que legal ver que você realmente gostou do blog e deixou comentário em vários posts. Quando ouvimos nosso coração, tudo faz sentido! Tudo dá certo! Você também é um exemplo, Nilza!

      • Maria Elenilza Prata Orge 04/08/2015 #

        Obrigada, Cristina! Muito feliz com a sua resposta, uma honra!

      • Cristina Luckner 11/08/2015 #

        Oi Maria Elenilza, imagina! Eu é que fico honrada! 😉

  9. Regina Araújo 01/08/2015 #

    comprei o curso da vanessa e estou amando……….

  10. Silvana Freitas Teixeira 28/12/2015 #

    Meu nome é Silvana Freitas Teixeira, tenho 49 anos, tive câncer de mama a 9 anos atrás , era funcionária pública e me aposentei na época do tratamento, a muito tempo atrás eu tinha uma ideia que me perseguia, fazer bonecas de pano personalizadas, copiando as pessoas, fazendo elas virarem bonecas, esse ano coloquei em prática e, embora ainda esteja no início o pessoal está adorando, criei o Bonecas Personalizadas” Virei boneca(o)” onde faço bonecas de pano e copio cabelo, roupa, calçado, acessórios das fotos que me mandam, não tenho um modelo fixo, pois as pessoas são muito diferentes umas das outras, tenho ainda muito que me aperfeiçoar, mas faço com muito carinho e fica tudo tão bonito que dá pena de entregar,kkk.
    Adorei suas bonecas e sua história, espero um dia crescer assim como você e fazer muita gente virar boneca e ser feliz, assim como eu enquanto as crio.

  11. analia souza 11/01/2016 #

    Boa noite sou Analia do Rio Grande do Sul também faço Bonecas Personalizadas , a minha primeira boneca foi uma inspiração na talentosa Andrea Malheiro. Já fiz 50 bonecas personalizadas a cliente manda a foto eu personalizo com todos os detalhes . Visite a pagina Bonecas Personalizadas

  12. Cristiane Pimenta Medrado 20/02/2016 #

    amei suas bonecas, apaixonada.

  13. Lucimar324@hotmail.com 20/03/2016 #

    TRABALHO NO MESMO RAMO Q VC , TBM CRIO MEUS MOLDES ,MAS AS VENDAS ESTÃO CAINDO , SEI Q TRB BEM ,MAS JA NÃO SEI MAIS O Q FAZER SUSTENTO MINHA FAMILIA DISSO .ESTOU COM MEDO .

  14. Minervina Macedo 06/04/2016 #

    MEU NOME É MINERVINA DE MACEDO VIEIRA ESTOU COMEÇANDO AGORA ESTOU AMANDO OS CURSOS AMO ARTESANATO PRINCIPALMENTE BONECAS, AMEI CURSO PRA MATERNIDADE GOSTARIA DAS APOSTILAS E MOLDES COMO COSEGUIR ??ME AJUDA A SER UMA ARTEZAM DE SUSSEÇO,OBGD

  15. Gicelly Palhano 19/04/2016 #

    SOU ENFERMEIRA OBSTETRA MAS NUNCA ATUEI DE FORMA ATIVA, POR VÁRIOS MOTIVOS. ESTAVA ME SENTINDO INÚTIL,SEM TRABALHAR, GANHAR MEU PRÓPIO DINHEIRO. SEMPRE TIVE JEITO COM ARTESANATO, HERDEI DA MINHA MÃE ESSA FACILIDADE E ESSE AMOR PELO MUNDO DAS ARTES. HOJE TRABALHO BASICAMENTE COM MDF E FELTRO, MAS FAÇO TAMBÉM OUTRAS COISINHAS. AMO MUITO O QUE FAÇO. AINDA ESTOU INICIANDO NESSE MUNDO, MAS SINTO QUE NÃO VOU QUERER SAIR. QUERO ME ESPECIALIZAR AINDA MAIS E CRESCER COMO ARTESÃ. =*

  16. clarita molano 27/03/2017 #

    super super agradecida por compartir su crecimiento y dar ideas se que no tengo veinte años para decir que voy a empezar…pero tengo la ilusion de realizar ese sueño que se me quedo atras porque era para mi primero la prioridad de sacar adelante a las hijas y pues no habia mucho dinero…hoy ya en la soledad de mi vida…deseo poder emprender este sueño…duele un poco ya que para este pais no podre comprar sus cursos no se nos permite….pero agradezco a dios a la vida que aun se encuentre corazones que comparten alguno que otro molde y yo pueda asi realizar mi sueño voy ahorrando cada centavo para comprar telas y lo necesario…mi dios me la bendiga bendiga tanto talento y la lleve a seguir adelante siempre un abrazo fuerte en la distancia…desde venezuela

    • Carla Fiorito 27/03/2017 #

      Clarita, nunca es demasiado tarde para iniciar y realizar sus sueños. Cuente siempre con eduk y nuestros expertos que aportan contenido en línea increíble y libre. Un gran abrazo!